REGULAMENTO

 

CONDIÇÕES

A. OBJETO

O presente Regulamento visa estabelecer os termos e condições aplicáveis ao Concurso Prémios Sapo 2016, em que a MEO – Serviços de Comunicações e Multimédia, S.A. com sede na Avenida Fontes Pereira de Melo, nº 40, em Lisboa, matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa, com o número único de matrícula e de identificação fiscal 504615947, com o capital social de €230.000.000,00, irá oferecer os prémios previstos na Condição L.

Os Prémios SAPO visam premiar a criatividade da comunicação empresarial on-line, a adaptação das campanhas publicitárias aos novos paradigmas tecnológicos e reconhecer as melhores agências de criatividade e de meios, bem como os melhores anunciantes.

Não obstante o previsto no nº3 da Condição N, o período de inscrição nos Prémios Sapo 2016 inicia-se a 15 de junho e termina a 16 de setembro de 2016, sendo os vencedores divulgados a 20 de outubro de 2016.

B. PUBLICIDADE

A publicidade do Concurso será feita através de press-release e e-mail de marketing para as agências criativas e de media, do portal SAPO, das redes sociais e dos canais de comunicação da MEO.

C. CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO

1.  Todas as agências ou clientes/anunciantes podem participar nos Prémios SAPO, podendo tratar-se de pessoas coletivas, singulares ou integrados em pessoas coletivas, constituídos juridicamente e com sede, ou filial, em Portugal (território continental, Açores e Madeira), devendo, para o efeito, inscrever os trabalhos nos termos do presente Regulamento.

2.  Todos os trabalhos inscritos devem ter sido produzidos numa relação de negócio normal (relação contratual e comercial entre o anunciante e a agência).

3 .  Estão excluídos os meros exercícios criativos que nunca foram veiculados no âmbito de uma campanha publicitária (vulgarmente conhecidos por trabalhos “fantasma“).

4.  Serão considerados válidos todos os trabalhos que tenham sido veiculados em Portugal num site, portal ou num canal de televisão, pela primeira vez, entre 1 de junho de 2015 e 31 de maio de 2016.

5.  Serão considerados válidas todas as candidaturas ao Prémio de Media Innovation de Sites (Desktop e/ou Mobile) e/ou Aplicações Nativas Mobile (Smartphones e/ou Tablets) de conteúdos de Notícias ou Entretenimento que tenham sido colocados online  entre 1 de junho de 2015 e 31 de maio de 2016. Serão também admissíveis candidaturas de projetos já existentes cuja reformulação de tenha ocorrido nesse período e que correspondam a novos modelos de sites e/ou Aplicações Mobile.

6.  Não serão consideradas válidas as inscrições de trabalhos que já tenham sido inscritos em qualquer uma das edições anteriores dos Prémios SAPO.

D.  MODO DE PARTICIPAÇÃO

1.  Para se candidatar aos Prémios previstos na Condição L, o Participante deverá inscrever-se através do site oficial dos Prémios SAPO 2016, disponível http://premios.sapo.pt, até à data limite prevista no terceiro parágrafo da Condição A.

2.  Para iniciar a sua participação nos Prémios SAPO 2016, o Participante deverá aceder a “Inscrições” em http://premios.sapo.pt e preencher o formulário de inscrição.

3.  As inscrições são efetuadas por referência a trabalhos a apresentar nas categorias previstas neste Regulamento, mediante o preenchimento da ficha de inscrição (na totalidade) e a realização do respetivo pagamento.

4. As candidaturas aos Prémios SAPO 2016 têm um custo de inscrição de 50€ (cinquenta euros) por campanha/peça, até ao valor máximo de 500€ (quinhentos euros), independentemente do número de campanhas inscritas. Aos valores descritos, acresce o IVA à taxa legal em vigor (atualmente, de 23%).

5 . O pagamento poderá ser efetuado por Transferência Bancária, para a conta da MEO no Novo Banco, cujos dados são: NIB 0007 0096 00017870008 74 e IBAN PT50 0007 0096 0001 7870 0087 4, não sendo aceites pagamentos por qualquer outra forma de pagamento, incluindo cheque ou numerário. O comprovativo de pagamento deve ser enviado para premiospub@mail.sapo.pt

6.  A inscrição do mesmo trabalho em mais de uma categoria implica o pagamento da inscrição em cada uma das categorias, sem prejuízo do previsto no nº4.

7. A fatura referente ao custo da inscrição será emitida com os dados de faturação indicados na ficha de inscrição de agência.

8.  O valor total das inscrições será entregue sob forma de donativo a uma Instituição de Solidariedade Social, a indicar posteriormente.

9.  Todos os campos do formulário são de preenchimento obrigatório. O não preenchimento de alguns campos implica a exclusão do trabalho.

10.  Nos termos do nº anterior, em caso de não aplicabilidade de algum dos campos previstos no formulário, o Participante deverá preencher o campo com a indicação “Não aplicável”, sob pena de se verificar a consequência prevista no nº anterior.

11. Para inscrição das campanhas candidatas, devem ser seguidas as instruções indicadas no site oficial dos Prémios SAPO 2016.

12.  Os trabalhos devem ser inscritos numa das categorias previstas na Condição F.

13.  Os trabalhos devem ser submetidos apenas em formato digital no momento da inscrição.

14. No caso de um trabalho ser inscrito por mais de um Participante, será considerado como proponente o Participante que inscreveu o trabalho em primeiro lugar.

15.  Todos os trabalhos submetidos ao concurso para avaliação serão alvo de um processo prévio de seleção/validação com vista à verificação do preenchimento de todos os requisitos e condições do Concurso presentes no presente Regulamento.

16.  A inscrição apenas será válida após a recepção do comprovativo de pagamento e da verificação do correto preenchimento da ficha de inscrição, até ao dia 16 de setembro de 2016.

17.  A candidatura aos Grandes Prémios do Júri não depende de inscrição, na medida em que a inscrição em qualquer um dos restantes prémios habilita automaticamente o Participante a esses Prémios, nos termos do presente Regulamento.

18.  No sentido de preservar a integridade do Júri e uma avaliação transparente, os trabalhos colocados a concurso não poderão ter marcas que possam identificar o grupo criativo ou a agência, incluindo cabeçalhos, rodapés e URL.

E. SUBMISSÃO DAS CANDIDATURAS

  1. As candidaturas aos Prémios Setoriais e Prémios Especiais devem ser submetidas na área para isso designada no site http://prémios.sapo.pt, onde estarão disponíveis os seguintes campos de preenchimento obrigatório:

1.1. Url para página de demonstração da campanha onde deverá estar presente pelo menos uma peça, em formato original e completo, num dos seguintes formatos:

Mrec (300×250), Billboard, Leaderboard (728×90), Skyscraper (120×60), Rich Media, Site institucional ou Minisite, E-mail MKT, Video-ad, Pre-roll, SpotTV, Mobile (formatos IAB/aplicações/sites mobile), Meo Kanal, Blog , peça de content marketing em texto, vídeo ou outro, native advertising, plano de Meios, formatos Spotify;

1.2. Target da Campanha (máx. 1000 carateres) – qual o perfil sociodemográfico e comportamental do público-alvo da campanha;

1.3. Objetivos da Comunicação (máx. 1000 carateres)  – quais os desafios da comunicação definidos no briefing (tanto quanto possível, quantificados);

1.4. Racional Criativo (máx. 1000 carateres)  – qual a solução criativa encontrada e em que medida essa solução é inovadora;:

1.5. Resultados da Campanha

1.5.1. Qual é o Indicador de Sucesso (views, clicks, likes, vendas, etc);

1.5.2. Número de interações com os formatos (views, clicks, likes. etc);

1.5.3. Número de Conversões Atingidas;

1.5.4. Outros indicadores considerados relevantes para o sucesso da Campanha (Ex: Numero de visitas à página de destino, Tempo médio de permanência no site, etc) ; (máx. 1000 carateres)

1.6. É, ainda, obrigatório anexar um thumbnail com 500×500 pixels em jpg ou gif que servirá para representar o trabalho no menu de votação.

1.7.A inscrição não será considerada válida, se for efetuada sem o preenchimento de todos os campos e inserção do url e do thumbnail

2 – As candidaturas para os Prémios Especiais

a) Melhor Estratégia Social Media,

b) Melhor Content Marketing,

c) Melhor Plano de Meios Integrado,

d) Melhor Plano de Meios Digital e

e) Melhor Site de Apoio a Campanha Digital

devem ser submetidas com os seguintes campos de preenchimento obrigatório:

2.1. Url para página de demonstração da campanha onde deverá estar presente pelo menos uma peça, em formato original e completo, num dos seguintes formatos:

Mrec (300×250), Billboard, Leaderboard (728×90), Skyscraper (120×60), Rich Media, Site institucional ou Minisite, E-mail MKT, Video-ad, Pre-roll, SpotTV, Mobile (formatos IAB/aplicações/sites mobile), Meo Kanal, blog , peça de content marketing em texto, vídeo ou outro, native advertising, plano de meios, formatos Spotify;

2.2. Objetivos (máx. 1000 carateres): quais os objetivos, oportunidades e barreiras que se colocavam em termos de comunicação e contacto com o público-alvo definido;

2.3. Estratégia (máx. 1000 carateres): qual a solução criativa de utilização dos media concebida, qual a estratégia subjacente ao desenvolvimento, qual a adequabilidade à marca/produto/campanha e consumidor e em que medida a solução encontrada é inovadora;

2.4. Execução (máx. 1000 carateres): de que forma a solução desenvolvida foi aplicada, realce a adequabilidade ao meio selecionado e à mensagem a veicular e de que modo o meio a reforça;

2.5. Resultados – quais os resultados atingidos e de que forma o plano de meios adotado contribui para esses mesmos resultados.

2.5.1. Qual é o Indicador de Sucesso (views, clicks, likes, vendas, etc);

2.5.2. Número de interações com os formatos ( views, clicks, likes, etc);

2.5.3. Número de Conversões Atingidas; (campo número)

2.5.4. Outros indicadores considerados relevantes para o sucesso da Campanha (Ex: número de visitas à página de destino, tempo médio de permanência no site, etc). (máx. 1000 carateres)

2.6. É ainda obrigatório anexar um thumbnail com 500×500 pixels em jpg ou gif que servirá para representar o trabalho no menu de votação.

2.7. A inscrição não será considerada válida sem o preenchimento de todos os campos e inserção do url e do thumbnail.

3. As candidaturas para o Prémio de Inovação em Plataforma de Media Digital devem ser submetidas com os seguintes campos de preenchimento obrigatório:

3.1. Url para o site do projeto candidato (url do websiteurl da Aplicação na App Store ) descrição do Projeto, da Abordagem de Conteúdos e do Público Alvo de Projeto  (máx. 1000 carateres)

3.2. Audiências Mensais

3.2.1.Pageviews médias mensais

3.2.2. Unique visitors mensais

3.2.3. Número de pageviews por visita

3.2.4. Tempo médio de permanência

3.2.5. Outros indicadores considerados relevantes para o sucesso do projeto (Ex: Número de seguidores nas redes sociais, número de subscritores) (máx. 1000 carateres)

3.2.6. Modelo de Monetização e resultados atingidos (descrever modelo de negócio e resultados que podem incluir Receitas, Crescimento de Audiências, etc) (máx. 1000 carateres)

3.2.7. Caráter Inovador do Projeto (máx. 1000 carateres)

3.8. É ainda obrigatório anexar um thumbnail com 500×500 pixels em jpg ou gif que servirá para representar o trabalho no menu de votação.

3.9. A inscrição não será considerada válida sem o preenchimento de todos os campos e inserção da url e do thumbnail.

  1. Nos casos em que existam um ou mais anunciantes (parcerias), que sejam de diferentes setores, deve considerar-se sempre o anunciante principal, exceto se o produto ou serviço que está em destaque não pertencer à categoria onde o trabalho está inscrito.

 F. CATEGORIAS

Os trabalhos deverão ser inscritos numa das seguintes categorias:

1.Prémios Setoriais

1.1. Setor Automóvel;

1.2. Media e Entretenimento;

1.3. Saúde e Bem-Estar

1.4. Solidariedade e Responsabilidade Social

1.5. Banca e Serviços Financeiros;

1.6. Bebidas e Alimentação

1.7. Higiene e Beleza

1.8. Outros Produtos de Grande Consumo

1.9. Comércio e Distribuição;

1.10. Turismo e Lazer;

1.11. Telecomunicações e Internet;

1.12. Serviços;

 

  1. Prémios Especiais

2.1. Inovação em Formatos Display e Mobile

2.2. Melhor Campanha WebTV / Adressable TV;

2.3. Melhor Aplicação Mobile;

2.4. Melhor campanha de Content Marketing;

2.5. Melhor Estratégia Social Media;

2.6. Melhor Plano de Meios Integrado,

2.7. Melhor Plano de Meios Digital e

2.8. Melhor Site de Apoio a Campanha Digital

 

  1. Prémio de Media Innovation

3.1. Plataforma de Media Digital mais inovadora

 

  1. Prémios do Júri

4.1. Agência de Meios do Ano;

4.2. Agência Criativa do Ano;

4.3. Anunciante do Ano.

4.4. Campanha do Ano

G. PRÉMIOS SETORIAIS

1 – Nesta categoria premeiam-se os trabalhos pela sua criatividade.

A inscrição deve ter em conta o produto que está a ser divulgado e não a marca. De seguida apresentam-se os produtos que são aceites em cada uma das categorias.

1.1.Setor Automóvel -Automóveis, Motas, Tratores, Marcas e Concessionários, Combustíveis, Pneumáticos, Assistência Técnica, Acessórios, Peças para Veículos, Aluguer de Veículos.

1.2. Media e Entretenimento – Revistas, Jornais, Rádio e Televisão (on e off-line); Escolas, Institutos de Línguas, Universidades, Programas de Televisão/Rádio, Cursos de Formação e outros cursos, Festivais, Cinema, Teatro, Concertos, Bailados, Orquestras, Comédia, Galas, Eventos Culturais, Eventos e Atividades Desportivas, Festas, Produção de Espetáculos, Música (CD e DVD) e todo o tipo de eventos.

1.3. Saúde e Bem-estar – Medicamentos, Hospitais, Centros de Saúde, Doenças, Vacinas, Medicina Alternativa, Tratamentos Médicos, Produtos Farmacêuticos.

1.4. Solidariedade e Responsabilidade Social – Instituições de Solidariedade Social, Causas Sociais, Donativos.

1.5. Banca e Serviços Financeiros – Entidades Bancárias, todo o tipo de Créditos, Produtos e Serviços Financeiros (Financiamento, Poupança, Leasing Empréstimos e Hipotecas), Cartões de Crédito, Investimentos e Seguros (Saúde, Vida, Automóvel, Viagem).

1.6. Bebidas e Alimentação: Restauração, alimentos, bebidas, produtos naturais, congelados, pré-cozinhados, conservas, aperitivos, pastilhas elásticas e outras guloseimas

1.7 Higiene e Beleza: Produtos de Higiene e Beleza Produtos de Limpeza,

1.8. Outros Produtos de Grande Consumo: Brinquedos, jogos eletrónicos, consolas, equipamento audiovisual, mobiliário e produtos para o lar, todo o tipo de eletrodomésticos, vestuário e acessórios,

1.9. Comércio e Distribuição – Empresas que praticam distribuição, compra e venda de produtos ou serviços a grosso ou a retalho. Lojas, Super e Hipermercados.

1.10. Turismo e Lazer – Viagens, Livros, Health Clubs, SPAs, Ginásios, Atividades Desportivas, Clubes desportivos, Jogos ao Ar Livre, Hotelaria, Companhias de Aviação, Pacotes Turísticos e Promoções.

1.11. Telecomunicações e Internet – Redes Móveis, Rede Fixa, Serviços de Internet, Serviços para Telemóveis (Jogos, Wallpapers, Ringdings, Toques), Acessórios.

1.12. Serviços – Jogos de Sorte e Azar, Apostas on-line, Empresas de Recrutamento, Serviços Nacionais (Eletricidade, Gás, Água), Reciclagem, Imobiliárias, outros Serviços.

H. PRÉMIOS ESPECIAIS

  1. Nesta categoria premeiam-se os trabalhos pela sua criatividade.
  2. É necessário inscrever os trabalhos nos Prémios Especiais para que possam ser considerados, independentemente da Categoria Setorial em que se possam inserir.
  3. Os formatos aceites dependem do prémio, de acordo com os seguintes dados,

3.1 Inovação em Formatos Display

Melhor aproveitamento de formatos display:  Mrec /halfpage, billboard, Leaderboard (728×90), Skyscraper (120×60), Rich Media, Mobile (formatos IAB mobile), formatos Spotify;

3.2. Melhor campanha WebTV / Adressable TV

Formatos aceites: Video-ad/pre-roll/spot TV, aplicação interativa

3.3 Melhor aplicação Mobile

Aplicações mobile com campanha de comunicação associada.

Formatos aceites: Aplicações mobile.

3.4. Melhor  campanha de Content Marketing

Formatos aceites: Plano de Meios que recorra ao content marketing (produção e publicação de conteúdo relevante para o utilizador).

Formatos aceites: Plano de Meios

3.5. Melhor Estratégia Social Media

Utilização das plataformas de redes sociais para comunicar junto do consumidor no sentido de gerar mais tráfego, captar e fazer profiling do consumidor, bem como desenvolver uma relação mais próxima com as marcas.

Formatos aceites: Plano de Meios de  Ações desenvolvidas para as redes sociais, incluindo ações ou campanhas no Youtube, Facebook, Twitter, Spotify  e outros

3.6. Melhor Plano de Meios Digital

Plano de Meios para promoção de campanhas, utilizando exclusivamente o meio digital.

Formatos aceites: Plano de Meios

3.7. Melhor Plano de Meios Integrado

Plano de Meios que combine meios de comunicação diversificados tanto digitais como meios tradicionais (Digital + Meios Tradicionais).

Formatos aceites: Plano de Meios

3.8. Melhor Site de Apoio a Campanha Digital

Sites institucionais, sites de portfolio empresarial, sites de produto/serviço, sites de grandes ou pequenas marcas e mini-sites de campanha/produto/eventos que tenham estado online com duração definida, num determinado espaço de tempo, e que tenham uma campanha de comunicação associada.

Para além da criatividade, são premiados aspetos como o design e a facilidade de navegação.

Formatos aceites: URL.

 

 I. PRÉMIO DE MEDIA INNOVATION

Plataforma de Media Digital mais inovadora.

Podem concorrer a esta categoria Sites (Desktop e/ou Mobile) e/ou Aplicações Nativas Mobile (Smartphones e/ou Tablets) de conteúdos de Notícias ou Entretenimento, e ou plataformas de publicidade que tenham sido colocados online  entre 1 de Junho de 2015 e 31 de Maio de 2016. Serão também admissíveis a reformulação de projetos já existentes que tenham ocorrido nesse período e que correspondam a novos modelos de sites e/ou Aplicações Mobile.

Formatos aceites: urls para  websites e aplicações mobile.

J.  GRANDES PRÉMIOS DO JÚRI

  1. Agência Criativa do Ano

São consideradas todas as agências (exceto as Agências de Meios) a concurso. É considerada a globalidade dos trabalhos inscritos por cada agência nos Prémios das categorias Setoriais e Especiais.

2. Agência de Meios do Ano

São consideradas todas as Agências de Meios a concurso. É considerada a globalidade dos trabalhos inscritos por cada uma das agências em Prémios das categorias Setoriais e Especiais.

3. Anunciante do Ano

São considerados todos os anunciantes a concurso. É considerada a globalidade dos trabalhos inscritos por cada anunciante nos Prémios das categorias Setoriais e Especiais em simultâneo

4. Campanha do Ano

São consideradas todas as campanhas a concurso nos Prémios das categorias Setoriais e Especiais

L. SELEÇÃO DOS VENCEDORES

  1. O Prémio será atribuído, exclusivamente, nos fatores especialmente previstos em cada categoria e nos termos do presente Regulamento.
  2. Para os Prémios das Categorias Setoriais e Especiais, a avaliação terá em conta 4 critérios principais:
    – Nível de criatividade;
    – Qualidade de execução;
    – Grau de inovação e;
    – Eficácia
  3. Para a avaliação do Prémio de Media Innovation deverão ter tidos em conta os seguintes critérios:

– Inovação no Design do Projeto

– Inovação na Usabilidade do Projeto

– Inovação na Abordagem de Conteúdos

– Resultados Atingidos

  1. No prémio Melhor Estratégia Social Media não se pretende avaliar a criatividade das peças (trabalho desenvolvido pelas agências criativas), mas sim as soluções criativas aplicadas à sua difusão e desenvolvidas na utilização dos media.
  2. A seleção dos vencedores será feita por 2 Júris profissionais compostos por profissionais do mercado da publicidade, agências, anunciantes e docentes de instituições de ensino superior na área do Marketing, Comunicação e Publicidade, reconhecidos no setor, convidados pela organização dos Prémios SAPO.
  3. O Primeiro Júri ou / Júri Inicial traduz-se numa coletividade encarregada de avaliar a qualidade das campanhas/ trabalhos inscritos. Compete a este júri fazer uma primeira triagem e selecionar uma short list das melhores campanhas/ trabalhos inscritos.
  4. O Primeiro Júri será composto por 3 agências de meios, 3 agências criativas, 3 anunciantes e o Presidente.
  5. Segundo Júri ou / Júri Final traduz-se numa coletividade encarregada de eleger as campanhas/ trabalhos vencedores.
  6. O Segundo Júri será composto por 3 agências de meios, 3 agências criativas, 3 anunciantes e o Presidente.
  7. O Presidente do Júri será uma personalidade com reconhecido mérito nesta área, com presença nos dois júris. Exerce várias funções, nomeadamente a condução das reuniões do primeiro e segundo júri, com vista a que se chegue a um consenso geral na avaliação e decisão das campanhas/ trabalhos vencedores.
  8. A composição do júri será indicada no site dos Prémios SAPO 2016.
  9. As reuniões e votações do Júri irão ocorrer entre 7 de outubro e 24 de outubro de 2016.
  10. Haverá duas fases de seleção de vencedores para os Prémios SAPO, cada uma delas constituída por duas Votações, conforme previsto nos números seguintes.
  11. Na Fase 1, a nomeação para a shorlist do será efetuada pelo Primeiro Júri nos termos dos números seguintes:

14.1. Votação on-line individual: cada elemento do Júri recebe um username e uma password para aceder a uma área privada no site http://premios.sapo.pt. Nesta área pode analisar em detalhe todos os trabalhos inscritos e atribuir a cada candidatura uma pontuação entre 1 e 10 (sendo 1 a pontuação mais baixa e 10 é a pontuação mais alta). Todos os trabalhos candidatos deverão ser pontuados. Nos casos em que totalidade dos trabalhos inscritos não sejam pontuados, a votação do júri não será considerada para o resultado final. A votação pode ser efetuada até ao dia anterior à realização da reunião de Júri.

14.2. Reunião de Júri – após a votação individual de cada membro do Júri, é realizada uma reunião presencial com todos os elementos do Júri. As peças com mais votos, resultantes da votação individual, são reapreciadas pelo Júri em conjunto, com o objetivo de fazer três nomeações para cada Prémio Sectorial, cada Prémio Especial e Prémio de Media Innovation, com vista à obtenção da Shorlist. O Júri tem a liberdade para inserir trabalhos inscritos (não contemplados nos mais votados) que considere pertinentes, na votação final para os vencedores.

  1. Para cada categoria são nomeados os trabalhos com maior número de votos obtidos na reunião de Júri.
  2. Na primeira reunião de júri são verificados os candidatos aos Grandes Prémios do Júri: Agência de Meios do Ano, Agência Criativa do Ano, Anunciante do Ano e Campanha do Ano.
  3. As nomeações para os Prémios Agência Criativa do Ano e Agência de Meios do Ano são efetuadas tendo por base os troféus ganhos pelos trabalhos nas restantes categorias de prémios, ou seja, são atribuídas às 3 agências criativas e às 3 agências de meios com o maior número de trabalhos em Shortlist.
  4. A nomeação para o Prémio Anunciante do Ano tem por base os anunciantes que tenham o maior número de trabalhos em Shortlist concorrentes aos Prémios Setoriais e aos Prémios Especiais.
  5. O Prémio Campanha do Ano será eleito pelo segundo júri de entre os trabalhos vencedores de cada categoria.
  6. Na Fase 2, caberá ao Segundo Júri, composto por elementos convidados pelo Promotor decidir quais os vencedores de cada Prémio, através do seguinte mecanismo:

20.1. Votação on-line individual: cada elemento do Júri recebe um username e uma password para aceder a uma área privada no site http://premios.sapo.pt. Nesta área pode analisar em detalhe todos os trabalhos em shortlist  e atribuir a cada candidatura uma pontuação entre 1 e 10. Todos os trabalhos em shortlist  deverão ser pontuados. Nos casos em que totalidade dos trabalhos em shortlist  não sejam pontuados, a votação do júri não será considerada para o resultado final. A votação pode ser efetuada até ao dia anterior à realização da reunião de Júri.

20.2. Reunião do Segundo Júri – após a votação individual de cada membro do Júri, é realizada uma reunião presencial com todos os elementos do Júri. As peças com mais votos, resultantes da votação individual, são reapreciadas pelo Júri em conjunto, com o objetivo selecionar os trabalhos vencedores de cada Prémio Sectorial, Especial e Prémio Media Innovation. Numa primeira votação, será exigida uma maioria de 2/3 para encontrar o vencedor de cada Prémio. Se isso não for suficiente, uma maioria qualificada de 50% + 1 voto será suficiente numa segunda votação.

  1. Na reunião do Segundo Júri são também nomeados os vencedores dos Grandes Prémios do Júri: Agência de Meios do Ano, Agência Criativa do Ano, Anunciante do Ano e Campanha do Ano.
  2. Caso o Segundo Júri entenda que em determinada categoria nenhum trabalho merece receber o troféu, pode optar por não atribuir o prémio.
  3. A Promotora não interferirá de forma alguma nos trabalhos do Júri, a não ser para esclarecer aspetos respeitantes ao presente Regulamento.
  4. Constituirá impedimento do elemento do Júri o facto de, em alguma etapa da votação, o mesmo estar, direta ou indiretamente, relacionado com o trabalho em votação.

M. PRÉMIOS

  1. No âmbito dos Prémios SAPO 2016, serão atribuídos os prémios identificados na alínea F em função dos resultados da avaliação que for efetuada nos termos previstos no presente Regulamento.
  2.  O Prémio é um troféu desenhado para os Prémios SAPO.
  1. A atribuição do Prémio traduz-se no reconhecimento do mérito dos trabalhos apresentados e a entrega do respetivo troféu será feita na cerimónia de entrega de prémios.
  2. Os vencedores são divulgados no site dos Prémios SAPO e em vários artigos de imprensa.

N. ENTREGA DOS PRÉMIOS

  1. A divulgação dos vencedores será realizada em cerimónia que decorrerá em data, local e hora a anunciar pela MEO – Serviços de Comunicações e Multimédia, S.A., via e-mail marketing a todos os inscritos. Os nomes dos vencedores serão anunciados em http://premios.sapo.pt e na imprensa, após a cerimónia.
  2. Os Participantes consentem expressamente com a divulgação prevista nos termos do número anterior.
  3. O prémio atribuído não pode ser trocado por dinheiro.

O. DISPOSIÇÕES FINAIS

  1. A participação nos Prémios Sapo 2016 pressupõe o conhecimento e aceitação integral de qualquer Participante dos presentes termos e condições, pelo que a MEO reserva o direito de recusar a participação de qualquer Participante que não as cumpra.
  2. É proibida a participação nos Prémios Sapo 2016 com fins contrários à Lei e/ou que pressuponham um prejuízo para terceiros, ou que, de alguma forma, lesem a sua honra, dignidade, imagem, intimidade, crenças religiosas, ideologias ou qualquer outro direito que lhes seja diretamente reconhecido.
  3. A MEO poderá decidir prolongar a fase de Inscrições caso o entenda como necessário ao bom desenrolar da iniciativa ou se revele indispensável à sua concretização. Para o efeito, deverá publicitar essa decisão no site referido no nº1 da Condição D.
  4. É da exclusiva responsabilidade dos participantes a obrigação de assegurar a obtenção das autorizações e licenças que se mostrem necessárias para a válida inscrição dos trabalhos e respetiva divulgação nos termos e para os efeitos do âmbito a que se refere o presente Regulamento, e bem assim garantir que todos os direitos de propriedade intelectual, ou outros, relativos aos trabalhos estão devidamente assegurados ou, por qualquer forma, salvaguardados.
  5. O Participante, com a inscrição, declara que a mesma é original e que tem permissão do anunciante, ou de qualquer outra parte envolvida, para inscrever os trabalhos com todos os direitos garantidos.
  6. A MEO não se responsabiliza por quaisquer violações de direitos de propriedade intelectual ou outros relacionados com os trabalhos inscritos e/ou com a participação dos mesmos no âmbito deste Regulamento.
  7. A MEO reserva-se o direito de publicar os trabalhos inscritos, bem como de incluir os mesmos em material destinado à promoção da presente iniciativa ou dos meios responsáveis pela sua organização, conferindo os participantes na sua inscrição o expresso consentimento a tal utilização.
  8. O material referido no número anterior não poderá ser copiado, negociado ou vendido na íntegra ou em parte, sem a autorização da organização.
  9. A MEO reserva-se o direito de anular ou de inscrever noutra das categorias definidas os trabalhos apresentados a concurso que, no seu entender, não possuam os requisitos exigidos neste Regulamento, dando o devido conhecimento de tais decisões aos Participantes em causa.
  10. A MEO reserva-se o direito, mediante decisão do Júri, de remover categorias, se os trabalhos inscritos nas mesmas não forem em quantidade ou não reunirem qualidade suficiente para serem avaliados.
  11. Os trabalhos ilegíveis podem ser desqualificados em qualquer fase do concurso, sem necessidade de aviso prévio, sendo essa decisão comunicada ao respetivo Participante.
  12. A organização não se responsabiliza pela devolução dos trabalhos submetidos a concurso.
  13. São excluídas da votação e da inscrição, sem aviso prévio, todas as participações fraudulentas (por exemplo: a utilização de programas informáticos ou quaisquer outros artifícios técnicos, vulgarmente designados por hacking ou cheating que realizem inscrições ou votações automáticas).
  14. O incumprimento das obrigações previstas no presente Regulamento determina a eliminação do Participante nos Prémios Sapo 2016, podendo ser-lhe retirado o prémio respetivo.
  15. A MEO reserva-se o direito de alterar, a qualquer momento, o presente regulamento, sempre que entender necessário, tornando-se as alterações efetivas após a sua publicação no site na Internet previsto no nº1 da Condição D.
  16. A MEO reserva-se o direito de modificar ou suspender o passatempo em qualquer momento, no caso de anomalia informática, ou em caso de verificação de atuações que possam implicar a prática de ilícitos criminais.
  17. A MEO reserva-se o direito de desclassificar os Participantes que, deliberadamente, tentem viciar, em algum momento, as regras e o espírito do Prémios Sapo 2016.
  18. A participação no Prémios Sapo 2016 pressupõe o conhecimento e aceitação integral de qualquer participante dos presentes termos e condições, pelo que a MEO reserva o direito de recusar a participação de qualquer participante que não as cumpra.
  19. A Promotora apenas está obrigada a prestar, aos participantes, as informações necessárias à verificação, por estes, do correto funcionamento do Prémios Sapo 2016, no que concerne à sua participação e nos termos do presente Regulamento, não lhe sendo exigível a prestação de informações que extravasem tal verificação.
  20. Das decisões do Júri não cabe recurso.
  21. Qualquer situação extraordinária não prevista neste regulamento será apreciada e decidida pela MEO.

P. RESOLUÇÃO DE CONFLITOS

Qualquer discrepância, omissão ou outra questão que resulte entre as partes, com motivo da execução, interpretação ou aplicação do presente Regulamento será submetida ao Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa.

Lisboa, 15 de junho de 2016.